Editoriais 31 artigo(s) cadastrado(s)
Inicial >> Leitura >> Editoriais >> Lula estava certo
Voltar

Lula estava certo

Imagem do autor do artigo

Wilton Carlos de Santana

Docente do Curso de Esporte da UEL (PR)

Doutor em Educação Física - UNICAMP (SP)

Certa feita, motivado pelo futebol medíocre que a seleção brasileira apresentou na olimpíada de Pequim, o presidente Lula criticou a falta de garra dos nossos jogadores. De quebra, elogiou o argentino Leonel Messi que, segundo o nosso ex-governante, seria o exemplo a ser seguido.

Lembro-me de que bastou o presidente dizer aquilo para que o goleiro Júlio César dissesse que o Lula deveria mudar-se para a Argentina. O quê?! Não tem nada a ver. Então quer dizer que todos os que pensavam que a seleção do Dunga deixava a desejar e que o Messi seria melhor do que todos aqueles atacantes juntos teriam de se mudar para a Argentina? Não haveria espaço para tanta gente no país vizinho.

O fato é que aquela Seleção, com raríssimos lampejos, como no jogo amistoso antes da Copa em que venceu a Itália por 2x0, não refletiu o futebol que o brasileiro aprecia. Parte disso eu creditaria ao Dunga, que com a sua escalação habitual, nos privou de uma Seleção imaginativa e criativa, a única linguagem que as equipes de futebol  sabem “falar”. A outra parte se deve aos jogadores convocados. Ora, Felipe Melo e Michel Bastos!

Por outro lado, quando episódios assim acontecem, de um jogador rebater uma crítica de forma arrogante, percebo que alguns atletas consideram-se semideuses. Essa gente precisa cair na real. Um jogador de futebol não vale mais do que um trabalhador brasileiro, seja ele balconista, professor, operário ou Presidente da República! Vale o mesmo. Boa parte dos trabalhadores brasileiros acorda às 04h, 05h da madrugada e só volta pra casa 00h! Não é apenas o Ronaldo que é “fenômeno”!

O Lula estava certo: o Messi joga mais do que nossos atacantes e a seleção do Dunga pipocou feio na última Copa, sobretudo, o Júlio Cesar!

Na seleção do Dunga, o trabalho engoliu o jogo a tal ponto que perdemos a noção de que o futebol deve ser jogado, ou seja, jogamos truncados, sem brilho, sem arte, sem resultados.

Este texto está disponível também em podcast!

Enviar para amigo

Enviar

para um amigo

Adicionar um comentário

Comentar

adicionar comentário

Todos comentários

5 comentário(s) cadastrado(s)

Quando escrevi o texto não queria falar bem do Lula, mal do Dunga, mal do Júlio! Minhas intenções foram, por um lado, repercutir sobre o futebol sem brilho e sem arte da seleção, que "trabalhou no lugar de jogar". Por outro lado, alertar para o fato de que o jogador de futebol não é diferente por fazer o que faz; inclusive, por ser ídolo, logo, influente, devia ser menos alienado e presunçoso.

Wilton

Prezados colegas: Sobre o Lula? Que bom não ouvirmos suas asneiras há um bom tempo. Julio César? É daqueles como o Lula, Bruno (ex flamengo)e outros: sábios, calados. Dunga? Já ouviram histórias de fantoche? Não pensa, não faz nada sozinho e está sempre manipulado, por isso estava lá. Quanto ao comparativo entre brasileiros e argentinos, tenho acompanhado e digo que é uma questão de educação, tb.

Jair Machado

Colegas, grato pelos comentários. Deixe-me acrescentar que o texto não tem uma conotação política partidária. Citei o Lula, porque ele fez a crítica naquela oportunidade, mas poderia ter sido a Hebe Camargo. Aí o texto se chamaria "A Hebe estava certa". O que me chamou a atenção foi a reação arrogante do atleta. Se ele falou aquilo para o Presidente, imagine o que ele falaria para um de nós!

Wilton

Os pontos de vistas têm que ser respeitados. Não gosto do Ex-Presidente LULA porque o acho incompetente, mais dizer que ele está errado é outra coisa. O brasileiro édiferente do Argentino em um ponto: Mesmo saindo jovem de seu país o Argentino tem gana de vencer o brasileiro não. Com raras excessões, os jogadores brasileiros são boçais e se acham os maiorais.

AIRTON COLAÇO

Não concordo com a exposição feita do melhor goleiro do mundo JCésar. O Lula pensa q entnde de futebol, assim como cada um d nós. Não fico babando ovo pro ex-presidente e suas ideias, tnho as minhas opiniões e concordo q o Brasil inteiro n jogou bem, e se alguem pipocou foi o conjunto, pois futbol é grupo, não só o nº 1 do time. Opiniões pessoais não devem ser colocadas para influenciar ninguém.

Anderson Balla

Publicidade

Ensinando futsal para crianças 1 p
70 Contextos P
Ensinando 2

Parceiros

Enviar para um amigo

Remetente

Destinatário