Iniciacao 70 artigo(s) cadastrado(s)
Inicial >> Leitura >> Iniciação >> Iniciação tática: vantagens do 1.2.1 x 2.2
Voltar

Iniciação tática: vantagens do 1.2.1 x 2.2

Imagem do autor do artigo

Wilton Carlos de Santana

Docente do Curso de Esporte da UEL (PR)

Doutor em Educação Física - UNICAMP (SP)

Os desenhos táticos traduzem os posicionamentos que as crianças adotam em quadra. É a forma como ficam distribuídas pelo espaço de jogo. Isso deve ser matéria de ensino dos professores/treinadores, pois a boa ocupação do espaço potencializa a comunicação entre os jogadores para atacar e para defender. Comunicação tem a ver com interação tática, pautada nas intenções-ações das crianças.

Ao longo do tempo, os desenhos que mais têm sido utilizados para iniciar as crianças no futsal são, invariavelmente, o 2.2 e o 3.1/1.2.1. Para ratificar minimamente essa afirmação apresento o quadro abaixo com dados extraídos do trabalho de conclusão de curso de um ex-aluno de graduação (João Humberto Macagnan Junior). Consideramos, na época, os desenhos táticos 1.2.1 e 3.1 como similares. Ele assistiu a sete jogos da categoria sub-9 de um campeonato metropolitano e observou o seguinte:

Jogo      Equipes     Desenhos táticos respectivamente adotados
A B
1 AxB 2.2 1.2.1
2 AxC 2.2 2.2
3 AxD 2.2 2.1.1
4 CxE 2.2 2.2
5 BxF 1.2.1 2.2
6 BxA 1.2.1 2.2
7 CxE 2.2 2.2

Quadro 1 – Incidência dos desenhos táticos ofensivos utilizados na categoria sub-9 

 

Observe a supremacia do desenho 2.2. Ele foi o único adotado em todos os jogos ao menos por uma equipe; e, por ambas, em três das sete partidas. Já o 3.1/1.2.1 foi usado apenas por uma das equipes. O desenho 2.1.1, o outro que foi adotado, apareceu em um dos jogos e usado por uma equipe.

Igualmente, verifique que das seis equipes envolvidas, quatro adotaram o 2.2 (A, C, E, F), uma (B) o 3.1/1.2.1 e outra (D) o 2.1.1. Isso corresponde, respectivamente, a 66,66%, 16,67% e 16,67%.

No que pese os treinadores de categorias menores, pelo menos no estudo citado, escolherem o desenho 2.2 para iniciar taticamente as crianças, eu me associo à ideia da minoria, em particular a do treinador que adotou o 3.1/1.2.1 (daqui pra frente chamado apenas de 1.2.1). Isso porque percebo algumas vantagens. Acompanhe-as:

 (1) Porque é tão simples de realizar e de entender quanto o desenho 2.2, entretanto contempla as três posições funções essenciais do jogo de futsal: fixo, ala e pivô. Esse fato torna-se muito promissor para o futuro do jogador, pois é preciso saber exercer as diferentes funções táticas. Para tanto, não bastaria adotar o 1.2.1 e não priorizar a versatilidade tática, ou seja, levar a criança a experimentar todas as posições ao longo dos anos de iniciação;

                                                      Figura 1 - Posicionamento dos jogadores no desenho 1.2.1

(2) Porque evita aglomerações na quadra ofensiva, o que tende a liberar espaços livres na zona de finalização (mais próxima do gol). Entenda isto: o desenho 1.2.1, ao contrário do 2.2, que posiciona dois pivôs, exige apenas um pivô. Logo, em tese, exige também um defensor. Isso faz com que as laterais da quadra, pelo menos em tese, possam ser locais de penetração dos alas tanto nas costas dos adversaries (figura 2), e/ou para driblá-los (figura 3).

                                               Figura 2 - Penetração dos alas nas costas dos marcadores

 

Figura 3 - Enfrentamento de 1x1 pela ala

(3) Porque oferece segurança defensiva em caso de perda da bola. Neste caso, pelo menos em tese, ao colocar três jogadores de frente para o ataque e outro no fundo (e não dois de frente e dois de costas, como no 2.2), o retorno defensivo estaria pronto: os alas retornariam pelas alas e comporiam com o fixo; o pivô, último e mais adiantado, voltaria para ajudar pelo centro ou onde a bola estivesse concentrada;

Figura 4 - Retorno defensivo em caso de perda da bola

(4) Porque permite atacar de modo equilibrado, prevenindo certo equilíbrio defensivo quando da perda da bola. Por exemplo, se o ataque se concentrasse no lado direito, o fixo faria a cobertura defensiva e o ala oposto selecionaria entre se projetar ou ajudar o fixo em caso de perda da bola. O mesmo deveria acontecer se o ataque fosse pelo lado esquerdo;

Figura 5 - Equilíbrio defensivo no ataque

(5) Porque é eficaz contra a marcação individual avançada, comum nas menores quando se está perdendo o jogo, pois libera espaços para que os alas ganhem as costas dos adversários.

Figura 6 - Saída contra marcação individual avançada

(6) Porque oferece variadas possibilidades ofensivas. Porém, é preciso lembrar que crianças têm menos mobilidade (ocupação/desocupação de espaços) do que jovens e adultos. Por isso, diria que facilitaria algumas combinações, como a tabela entre o ala e o pivô, quando este se posicionasse pela ala (figura 7) ou quando se aproximasse pelo meio (figura 8); uma bola nas costas do fixo para o ala quando o pivô se aproximasse (figura 9) etc.

Figura 7 - Tabela entre o ala e o pivô com este posicionado na lateral 

Figura 8 - Tabela entre o ala e o pivô com este se aproximando pelo meio

Figura 9 - Bola nas costas do adversário com projeção do ala

(7) Porque oferece dois apoios à criança com a posse da bola. Observe este exemplo pela ala. Quem tem a bola poderia passar para frente ou para trás.

Figura 10 - Dois apoios para quem está com a posse da bola

Evidentemente que se trata da minha impressão sobre as vantagens de se ensinar o desenho 1.2.1 para iniciantes. Tive algumas equipes mirins (na época 11, 12 anos) nas quais pude desenvolvê-lo com êxito. Devido à pouca mobilidade dos jogadores, o desenho organiza a ocupação do espaço. Também o ensino em escolinhas para crianças a partir dos 6, 7 anos e constato a eficácia. Tem de se levar em consideração que o desenho favorecerá a comunicação quanto mais os alunos ficarem experientes. Fica a sugestão. 

Enviar para amigo

Enviar

para um amigo

Adicionar um comentário

Comentar

adicionar comentário

Todos comentários

1 comentário(s) cadastrado(s)

Os meus parabéns pelo artigo, muito bom.

Tony

Publicidade

70 Contextos P
DVD - Análises táticas
Ensinando 2

Parceiros

Enviar para um amigo

Remetente

Destinatário